o que e para que serve melatonina

O que é melatonina para que serve?

A melatonina é um hormônio e foi descoberta em 1958. Recebeu este nome devido a sua capacidade de contração dos melanóforos de melanócitos de sapos.

Diferente do que foi falado durante muitos anos, a melatonina não é apenas o hormônio do sono, mais sim o hormônio da escuridão, aonde que sua atividade é exatamente durante ao anoitecer.

A melatonina é um hormônio sintetizada a partir da serotonina em uma sequência de reações aonde o triptofano é convertido em serotonina e esta é convertida melatonina depois de uma série de reações.

A principal função da melatonina é regular o ciclo circadiano, que é o ciclo biológico do sono e todas as funções que norteiam a qualidade do sono.

É produzida na glândula pineal durante a noite e é secretada cerca de duas horas antes do horário habitual de dormir. Para sua produção acontecer precisa do aminoácido triptofano.

O triptofano é encontrado em alguns alimentos como: frango, ovos, peixe, banana, chocolate amargo, cacau, oleaginosas, abacate entre outros.

Por ser um hormônio que regula o ciclo do sono, a melatonina é mediada em ambiente escuro e calmo. É neste contexto que os níveis de melatonina no sangue aumentam e com isso vai aumentando o sono.

Em um ambiente ao contrário do que foi relatado, os níveis de melatonina podem ser diminuídos no sangue, ou seja, luz de celular, luz de televisão, luz de led do quarto, sons altos e barulhos podem prejudicar a produção de melatonina, diminui o sono e desregula todo o ciclo circadiano.

Noites má dormidas tem reflexo diretamente na produção de energia durante o dia, aumenta o nível de cortisol (hormônio do estresse), diminui recuperação muscular para praticantes de atividade física, diminui síntese de proteína prejudicando a hipertrofia, atrapalha o emagrecimento.

Apesar de ser produzida pelo organismo, a melatonina pode ser utilizada em forma de suplementação pelo 5HTP que é o triptofano (seu precursor) ou medicamento de Melatonina.

Para que serve a melatonina?

A principal função da melatonina é a regulação do sono, no entanto existem outras funções exercidas por este hormônio:

Regulação do sono: A melatonina é essencial para a regulação do sono. O ciclo circadiano pode ser considerado no relógio do organismo em um período de 24 horas. Nesse período acontecem todos os processos e atividades metabólicas. A melatonina tem papel fundamental no adormecer, enquanto o cortisol tem papel no despertar. O cérebro consegue identificar a luminosidade ao longo do dia, e vai alterando a temperatura do corpo e modulando quando se deve dormir e acordar. 

A medida em que acontece o envelhecimento a redução de melatonina vai caindo e com isso os idosos podem se beneficiar da melatonina em forma de medicamento

Antioxidante: Além do controle do sono, a melatonina é um antioxidante, ou seja, é eficaz e combate a atuação dos radicais livres, diminuindo a produção exacerbada dessas substancias que em quantidades elevadas podem levar a celular a morte, aumentam o envelhecimento celular, podem danificar o DNA celular iniciando algumas doenças metabólicas.

Em alguns estudos foi comprovado que, a melatonina pode ser duas vezes mais ativa que a vitamina E.

Sistema imunológico: Os estudos da atuação da melatonina são poucos comparados aos estudos sobre a melatonina e o sono, no entanto, é possível verificar as suas funções no sistema imunológico como antioxidante e função anti-inflamatória. Em alguns estudos, a melatonina conseguiu aumentar a produção de citocinas e com isso pode neutralizar as imunodeficiências adquiridas. Em outros estudos, a melatonina atua contra doenças infecciosas como vírus e bactérias.

Transtorno Afetivo Sazonal: é um tipo de depressão caracterizada por sentimento de tristeza, sono excessivo, aumento do apetite e dificuldades de concentração. Neste tipo de depressão ela acontece principalmente nos períodos de inverno. Isso pode ocorrer com pessoas que vivem em locais que o inverno dura muito tempo. O sol aumenta síntese de vitamina D que é associada com o aumento de serotonina (hormônio da felicidade). Neste caso, é indicado a suplementação de melatonina como forma de compensar os níveis diminuídos no organismo.

Quais são os efeitos da melatonina?

Os efeito da melatonina são relacionados a aumentar a qualidade e duração do sono.

Ela tem a função do controle do claro-escuro.  Baixos níveis da mesma tendem a prejudicar o ciclo circadiano e com isso afetar a saúde no geral. Pessoas com insônia tendem a ser mais irritadas, falta de energia para fazer atividades do dia a dia, cansaço extremo, dores de cabeça, náuseas, fadiga entre outros sintomas relacionados aos baixos níveis de melatonina.

Outro efeito da melatonina é diminuir os níveis de cortisol, que por sua vez é o hormônio do estresse e está relacionado com sintomas de irritabilidade, raiva. No entanto, quanto temos a exposição a luz, se aumenta o cortisol e com isso, acordamos. Em doses certas, o cortisol é importante também para a sobrevivência.

Em quanto tempo a melatonina faz efeito?

A melatonina pode ser suplementada por um médico, sendo uma suplementação segura, se for prescrita e orientada por um profissional.

Se a pessoa optar pela suplementação de melatonina pode-se ter um efeito no organismo de 30 a 1 hora após o seu uso. É indicado o seu uso perto do momento em que já esteja pronto para dormir.

Além disso, é aconselhado realizar os procedimentos para ajudar na produção interna como:

  • Apagar as luzes;
  • Evitar mexer no celular durante anoitecer;
  • Evitar o consumo de café logo depois as 18h00;
  • Evitar sons altos e que possam prejudicar seu sono.

A melatonina possui efeitos colaterais nos casos de superdose em, por isso, não tome a melatonina sem orientação médica.

Não é recomendada para mulheres grávidas e lactantes ou indivíduos alérgicos a este componente.

Redatado por: Taynara Caroline da Silva – Nutricionista – CRN349635

CORREA, Rafaela Fortes; CASAGRANDE, Thaís Andrade Costa. O papel da melatonina na redução das citocinas IL-6 e IL-17 na menopausa. Research, SocietyandDevelopment, v. 10, n. 12, p. e63101220074-e63101220074, 2021.

FERREIRA, Cecília da Silva et al. Melatonina: modulador de morte celular. Revista da Associação Médica Brasileira, v. 56, n. 6, p. 715-718, 2010.

NETO, Júlio Anselmo Sousa; CASTRO, Bruno Freire de. Melatonina, ritmos biológicos e sono-uma revisão da literatura. RevBrasNeurol, v. 44, n. 1, p. 5-11, 2008.

Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Nutricionista - Taynara Caroline

Taynara Caroline

Instagram: @nutritaay

Ver Perfil

Nutricionista com 4 anos em experiência em consultoria em empresas, consultório, desenvolvimento de conteúdos para sites, blogs e redes sociais sobre qualidade de vida, saúde, bem-estar, emagrecimento, receitas e alimentos. 

Taynara Caroline é registrada no Conselho Regional em São Paulo, pelo CRN° 49635. Graduada pelo Centro Universitário São Camilo em São Paulo, SP em 2017 e Pós Graduada em Nutrição Esportiva Funcional na Instituição VP Centro Nutrição Funcional (2019) Além disso possui curso de Personal Diet pelo centro SENAC.

Nutriblue

Nutriblue

Suplementos Nutricionais e Vitaminas

Posts Relaciondos

Fechar Menu
15585

Inscreva-se agora e ganhe 5% de desconto em nossa loja!

15856
15585

Parabéns!
Use agora o cupom informado abaixo em nossa loja virtual!

vimdoblog

× Precisa de Ajuda?