o que e zinco quelato

O que é e para que serve o Zinco Quelato?

O zinco é um mineral muito solicitado pelo organismo, participa em mais de 300 atividade enzimáticas. Participa de muitos processos metabólicos, síntese de carboidratos, lipídeos e proteínas, manutenção de crescimento e desenvolvimento, importantíssimo para o sistema imunológico.

Não é pra menos que precisa se ter uma ingestão adequada de zinco.

Apesar de encontrarmos baixas concentrações de zinco nos órgãos, ele é distribuído em todos os órgãos, justamente para não houver falta.

Mais de 95% do zinco do organismo está ligado a células e proteínas nos tecidos, sendo que apenas 2% apresentam-se na forma livre.

O Zinco é encontrado pode ser encontrado em alguns alimentos como frutos do mar, carnes, vegetais e oleaginosas.

Abaixo as fontes de zinco a cada g de alimento

Ostras cruas                 91mg
Semente de abóbora6,6mg
Carne de boi5,3mg
Castanha de caju5,7mg
Cordeiro cozido5,2mg
Noz5mg
Castanha do Pará4,2mg
Amendoim3,2mg
Carne de porco cozida3,1mg

Pode se verificar que a maioria dos alimentos precisa consumir uma boa quantidade para se ter o zinco. O ideal é que a alimentação seja equilibrada e que haja os alimentos fontes, e a distribuição de outros alimentos durante o dia.

Pelas pesquisas é perceptível como aumentou a deficiência de zinco em países em desenvolvimento ou países desenvolvidos.

A deficiência de zinco pode ocasionar anormalidades e distúrbios no metabolismo. E uma das razões da deficiência de zinco é justamente a baixa ingestão desse micronutriente. Além desse fato, problemas intestinais que podem prejudicar a absorção, síndromes intestinais, doenças renais, patologias no fígado e o consumo excessivo do álcool podem também ser causas da deficiência do zinco.

Outra questão que pode ser um dos fatores de deficiência de zinco é a diminuição de proteínas na alimentação. Isso porque o zinco ele combina-se com albumina, aminoácidos e magroglobulinas na corrente sanguínea para ser transportado.

Então para indivíduos com dieta restrita em proteínas animais, precisa se atentar ao consumo e ingestão de proteínas vegetais, verificando a recomendação correta.

Isso porque a absorção de zinco pode ser prejudicada por fitatos, oxalatos (antinutricionais) que são normalmente encontrados em vegetais. Eles prejudicam a absorção de zinco como diminui seu aproveitamento pelo organismo.

Em números é visto que metade dos americanos não consomem as quantidades recomendadas de zinco, levando a deficiência deste mineral.

A falta de zinco não compromete apenas o organismo de adultos, mas de crianças, grávidas e bebes.

Abaixo alguns distúrbios que podem ser ocasionadas pela ausência de zinco

  • Déficit de Crescimento
  • Alteração no sistema imunológico
  • Alterações fisiológicas
  • Aumento de risco de aborto
  • Alterações no metabolismo
  • Prejuízos no crescimento, como exemplo hipogonadismo
  • Diminuição do paladar
  • Diarréia,
  • Pda de peso, anorexia

Por esses motivos e outros prejuízos não listados é que a sua alimentação precisa ser completa e entregar ao seu organismo a maior parte de nutrientes, pois todos são importantes.

O que é zinco quelato?

Como visto anteriormente, o zinco exerce diversos papeis no organismo e todos muito importantes para o funcionamento correto das células, tecidos e órgãos. Quando existe a investigação e é constatado uma baixa ingesta de zinco, para prevenir a deficiência de zinco, podemos contar com outras estratégias para complementar a alimentação.

A suplementação de zinco é uma maneira simples e natural de se ter o zinco na alimentação e complementar a deficiência ou até mesmo aumentar a seus níveis para gerar outros benefícios.

Mas será que pode se tomar qualquer zinco?

O zinco pode ser encontrado em diferentes formas químicas, ligados a sais, exemplo os gluconatos. Tudo isso pode ser muito importante para garantir realmente a absorção de zinco pelo intestino. Existem algumas formas químicas que não entregam boas quantidades de zinco. Precisamos pensar que por mais que seja ingerido uma determinada quantidade, dificilmente ela será 100% aproveitada pelo organismo, muitas vezes, uma grande parcela fica no intestino.

É por este motivo que precisa verificar se aquela forma química que você irá comprar, terá uma boa absorção.

A melhorar absorção de zinco é combinando ele com um aminoácido (Bisglicinato ou Picolinato). Essa forma química é conhecida como zinco quelato.

As formas queladas são melhores pois são protegidas, dessa forma a biodisponibilidade daquele nutrientes que está protegido é maior.

Para que serve quelato de zinco?

O zinco quelato é uma das formas químicas que mais beneficia o organismo. Isso porque o zinco quelato é mais biodisponivel, ou seja, ele ligado a um aminoácido, passa rapidamente para a corrente sanguínea, sendo absorvida com mais eficiência e pode ser melhor aproveitado pelo organismo.

Qual diferença do zinco e zinco quelato?

O zinco e o zinco quelato não vão ter diferentes referente a suas propriedades funcionais no organismo.

O zinco é um mineral na sua forma livre e o zinco quelato é o zinco associado a um aminoácido para melhorar sua absorção pelo intestino. Porém, para fins de suplementação, o zinco precisa ser combinado com outra molécula, podendo ser sais ou nas suas melhores versões quelato a aminoácidos.

O zinco quelato quando é combinado com uma proteína a absorção fica mais rápido e mais fácil.

Isso porque, ele já tem que ficar associando a uma proteína no organismo pra ser transportado para os tecidos. Ele pode ser transportado pela albumina, por outros aminoácidos e por macroglobulinas.

Qual o benefício do zinco quelato?

O zinco quelato tem a função exclusiva de aumentar a absorção de zinco pelo intestino.

Dessa forma, qual uma melhor absorção o zinco pode ser utilizado para suas funções e outros diversos benefícios no organismo, então abaixo vamos listar alguns e explica-los:

Antioxidante

O zinco é um dos micronutrientes mais antioxidantes, seu papel como inibidor de radicais livres é muito utilizado. Os radicais livres são substancias nocivas, quando estão em excesso no organismo podem gerar danos nas células e leva-las a morte celular. Dessa forma, o zinco se “gruda” aos radicais livres e inibe sua ação.

Um estudo que avaliava voluntários saudáveis, onde foi oferecido por 8 semanas a suplementação oral de zinco e outros dez receberam placebo. Em conclusão, os voluntários que receberam o zinco mostraram menores níveis de radicais livres em comparação ao grupo que recebeu o placebo.

Sistema nervoso

No sistema nervoso, o zinco pode ter função ao modular algumas sinapses. Os cientistas acreditam isso após ele ter sido encontrado em alguns circuitos neurais. Foi feito um estudo com camundongos e verificado que a baixa de níveis de zinco dificultou respostas associadas ao reparo de lesões cerebrais.

Tal achado pode levar hipóteses de que, baixos níveis de zinco podem estar correlacionados com patologia de associadas aos neurônios.

Crescimento

O crescimento ocorre por meio da divisão celular e precisa de DNA, RNA e síntese proteica (produção de proteínas). A maioria das enzimas que são associadas a produção de DNA e RNA são metaloenzimas, que são enzimas dependentes de zinco incluindo a RNA polimerase, transcriptase.

O zinco tem o papel de estabilizar estruturas que são funcionalmente importantes. Além disso o zinco influencia na regulação hormônio da divisão celular, especialmente através do hormônio GH.

Estudos com crianças foram realizados para observar a suplementação de zinco em crianças com deficiência do mesmo.  Em conclusão, foi observado que o aumento significativo das concentrações de zinco foi efetiva para induzir o crescimento em crianças que apresentavam deficiência que tinham baixa estatura.

Hormônios da Tireoide

O zinco tem papel fundamental na produção de hormônios tireoidianos. A tireoide é o principal órgão que faz o controle metabólico do organismo, incluindo desenvolvimento e crescimento. Pessoas que possui alterações nos hormônios T3 e T4 podem utilizar como estratégia complementar a suplementação de zinco, segundo estudos realizados por Nishiyama et al.

Sistema Imunológico

O zinco no sistema imunológico tem um papel essencial. Suas funções estão relacionadas na proliferação e maturação das células de defesa.

A atuação do zinco funciona da seguinte forma, ele ajuda no aumento do número das células imune, além disso, o zinco pode afetar o processo de fagocitose dosmacrófagos e neutrófilos, interferir na morte celular.

É visto que a deficiência de zinco em pacientes com anemia falciforme, doença renal, doenças intestinais, pacientes com AIDS, podem prejudicar o sistema de defesa do organismo, favorecendo o aumento de infecções de bactérias e outros microrganismo, e consequentemente levando alguns pacientes a óbito.

Benefícios do Zinco

  • Auxilia no metabolismo de proteínas, carboidratos e gorduras;
  • Auxilia na síntese de proteínas;
  • Auxilia no processo de divisão celular;
  • Auxilia na manutenção de ossos;
  • Auxilia no funcionamento do sistema imune.

É visto que uma alimentação equilibrada e rica em zinco e a suplementação de zinco são benéficas e essenciais para a saúde e para o organismo.

É importante sempre verificar a necessidade de suplementar zinco com um nutricionista.

Observar marcas com um certificados e qualidade. Neste artigo você aprendeu que uma das melhores formas químicas da suplementação de zinco é sua versão quelada. Então, sempre verifique isso quando forbuscar este suplemento.

Redatado por: Taynara Caroline da Silva – Nutricionista CRN3-49635

for Zinc May Require Adjustment for Phytate IntakeBased upon Model Predictions. J. Nutr. v.138, 2008: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC2635502/

ISHIKAWA, Yuko et al. Down regulation by a low-zinc diet in gene espression of rat prostatic thymidylate synthase and thymidine kinase. Nutrition & Metabolism: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC2397411/

STEWART, Christine P. et al. Antenatal supplementation with folic acid + iron + zinc improves linear growth and reduces peripheral adiposity in school – age children in rural Nepal. Am J Clin Nutr. v.90: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/19474130

Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Nutricionista - Taynara Caroline

Taynara Caroline

Instagram: @nutritaay

Ver Perfil

Nutricionista com 4 anos em experiência em consultoria em empresas, consultório, desenvolvimento de conteúdos para sites, blogs e redes sociais sobre qualidade de vida, saúde, bem-estar, emagrecimento, receitas e alimentos. 

Taynara Caroline é registrada no Conselho Regional em São Paulo, pelo CRN° 49635. Graduada pelo Centro Universitário São Camilo em São Paulo, SP em 2017 e Pós Graduada em Nutrição Esportiva Funcional na Instituição VP Centro Nutrição Funcional (2019) Além disso possui curso de Personal Diet pelo centro SENAC.

Nutriblue

Nutriblue

Suplementos Nutricionais e Vitaminas

Posts Relaciondos

Fechar Menu
15585

Inscreva-se agora e ganhe 5% de desconto em nossa loja!

15856
15585

Parabéns!
Use agora o cupom informado abaixo em nossa loja virtual!

vimdoblog

× Precisa de Ajuda?