Quanto_tempo_leva_para_o_colageno_fazer_feito

Quanto tempo leva para o colágeno fazer efeito?

O colágeno é uma proteína com estrutura bem formada. O metabolismo do colágeno ocorre da mesma maneira que as outras proteínas. Todo processo de digestão das proteínas resulta na quebra das proteínas em aminoácidos. Grande parte dessa absorção começa no estomago e finaliza no intestino.

O efeito do colágeno vai depender do tratamento e também do tempo de uso. Para cada indivíduo, para cada patologia e para cada tipo de tratamento, o colágeno vai demandar um tempo para ser visto melhora nos sinais e sintomas.

O que é visto na literatura e em estudos é que o colágeno tem efeito a longo prazo. Por isso, o quanto antes começar o tratamento com o colágeno, os efeitos irão surgir na medida que o tratamento vai acontecendo.

Por ser a proteína essencial para a construção dos tecidos e sistema esquelético, o consumo do colágeno se torna também essencial.

Isso porque a partir do momento em que se passa os anos, a produção de colágeno vai regredindo, o corpo passa a dar prioridade para utilizar os aminoácidos que compõe o colágeno para outras partes da célula como DNA, produção de energia, manutenção dos músculos, entre outros.

A suplementação de colágeno não tem efeito colateral se tomado a longo prazo, pois se trata do consumo apenas de aminoácidos, o que não faria mal para o organismo.

A maioria dos estudos demonstram que os efeitos começam a aparecer em um período de 3 meses de uma ingestão diária de 2 a 5 g de colágeno.

O Colágeno é a principal proteína do organismo que confere a elasticidade e estrutura muscular no organismo. Já se sabe que a produção de colágeno começa a diminuir por volta dos 30 anos.

Com isso, estruturas como cartilagem, tônus muscular, articulações, começam a perder a elasticidade e proteção, ficando mais propicio a sintomas como dores e até doenças mais agravantes que podem ser correlacionadas com a baixa produção de colágeno.

Na fase dos 50 anos, o corpo produz apenas 35% do colágeno que seria necessário para suprir as necessidades do organismo, ocasionando nos principais sinais do envelhecimento como rugas, sinais clínicos de dores, queda de cabelo, unhas quebradiças, entre outros.

Além da diminuição natural do colágeno, existem outros fatores que podem gerar a queda na produção de colágeno, como: alterações hormonais, estresse, tabagismo, consumo de bebidas alcoólicas e má alimentação.

Dessa forma, o consumo de colágeno passa a ser interessante e essencial para melhor a síntese endógena de colágeno.

Qual o melhor horário para tomar colágeno?

Alguns especialistas afirmam que o melhor horário para se tomar o colágeno é a noite, um pouco antes de dormir. Isso permite que os nutrientes realizem um trabalho em nível ótimo durante o sono, período em que é liberado o GH (hormônio do crescimento).

Além da facilidade com que o corpo melhor metaboliza o colágeno, algumas opções facilitam essa absorção, como o colágeno hidrolisado, que é hoje uma das melhores opções encontradas no mercado.

O Colágeno hidrolisado é uma das principais formas do corpo adquirir o colágeno promover a elasticidade de firmeza da pele e fortalecer as articulações.

Esse colágeno passa por um processo de hidrolise, ou seja, quebra. Dessa forma, pode ser mais facilmente digerido pelo corpo.

Os benefícios do colágeno estão focados na manutenção dos processos que envolvem o colágeno como tendões, cartilagens, articulações, entretanto, outros benefícios são encontrados na literatura sobre o colágeno:

  • Melhora da elasticidade e firmeza da pele;
  • Protege as articulações;
  • Auxilia na prevenção do surgimento de estrias e celulite;
  • Contribui retardando o envelhecimento precoce
  • Melhora a qualidade da pele
  • Protege os ossos, sendo essencial no conjunto de tratamentos para osteoporose
  • Melhora a cicatrização.

Um dos reflexos e sinais da perda de colágeno no envelhecimento são as rugas. Isso se dá pela baixa síntese de colágeno pelo organismo. O corpo passa a utilizar os aminoácidos ingerindo para os músculos e deixa estruturais como pele, unhas e cabelo como uma segunda opção.

Dessa maneira, a baixa produção de colágeno pode afetar não somente a pele, mas também nos músculos, na menor densidade dos ossos e perda de força motoras nas articulações e ligamentos. A partir dos 30 anos, mesmo com uma alimentação balanceada, começamos a perder colágeno na proporção de 1% a cada ano.

Um estudo realizado por Liang et al. revelou os efeitos positivos da ingestão de Colágeno Hidrolisado em longo prazo no envelhecimento cronológico da pele de camundongos. Este, demonstrou que o Colágeno Hidrolisado não só inibiu a perda e a fragmentação de colágeno, como também elevou a expressão proteica de colágenos I e III e a expressão gênica de pró-colágenos I e III.

Conclusão

É notado que a suplementação de colágeno é um determinante para ajudar em tratamentos complementares de doenças articulares, ossos entre outros. Como segundo benefício é utilizado para melhorar e diminuir expressões como rugas e celulites, entretanto, tudo isso deve ser conciliado como alimentação e treino. Nenhum suplemento tem o poder de atuar sozinho no organismo, tudo age em sinergia e equilíbrio.

A longo prazo o colágeno pode trazer maiores benefícios e não possui efeitos colaterais, dessa forma, sua suplementação é segura e não invasiva. Busque opções de Colágeno Hidrolisado de confiança e qualidade.

Para saber mais sobre os tipos de colágeno e benefícios, leia este artigo.

Redatado por: Taynara Caroline da Silva – Nutricionista CRN-3-49635

Bombana, Vanessa Barbieri; Zanardo, Vivian Polachini Skzypek. Uso do colágeno hidrolisado na prevenção do envelhecimento cutâneo. Disponível em: http://www.uricer.edu.br/site/pdfs/perspectiva/161_750.pdf
JORGE, Pedro Baches et al. Diferença na degeneração articular de acordo com o tipo de esporte. Revista Brasileira de Ortopedia, v. 54, n. 5, p. 509-515, 2019. Disponível em: https://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0102-36162019000500509&script=sci_arttext&tlng=pt

Martins, Francisco Isaque et al. Colágeno hidrolisado: beneficios do uso oral. Mostra Científica da Farmácia, [S.l.], v. 5, mar. 2019. ISSN 2358-9124. Disponível em: http://publicacoesacademicas.unicatolicaquixada.edu.br/index.php/mostracientificafarmacia/article/view/2960

Ribeiro, Maria Elizette. Hidrolisado de colágeno utilização biológica em misturas protêicas e seu efeito no tecido cutâneo. Disponível em: https://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/9/9131/tde-27112008-093555/en.php

Silva, Tatiane Ferreira da; Penna, Ana Lúcia Barretto. Colágeno: caracteristicas químicas e propriedades funcionais. Revista do Instituto Adolfo Lutz, v. 71, n. 3, p. 530-539, 2012. Disponível em: https://repositorio.unesp.br/handle/11449/122273

VELOSA, Ana Paula P.; TEODORO, Walcy R.; YOSHINARI, Natalino H. Colágeno na cartilagem osteoartrótica. Revista Brasileira de Reumatologia, v. 43, n. 3, p. 160-166, 2003. Disponível em: https://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0482-50042003000300006&script=sci_arttext&tlng=pt

Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Nutricionista - Taynara Caroline

Taynara Caroline

Instagram: @nutritaay

Ver Perfil

Nutricionista com 4 anos em experiência em consultoria em empresas, consultório, desenvolvimento de conteúdos para sites, blogs e redes sociais sobre qualidade de vida, saúde, bem-estar, emagrecimento, receitas e alimentos. 

Taynara Caroline é registrada no Conselho Regional em São Paulo, pelo CRN° 49635. Graduada pelo Centro Universitário São Camilo em São Paulo, SP em 2017 e Pós Graduada em Nutrição Esportiva Funcional na Instituição VP Centro Nutrição Funcional (2019) Além disso possui curso de Personal Diet pelo centro SENAC.

Nutriblue

Nutriblue

Suplementos Nutricionais e Vitaminas

Posts Relaciondos

Fechar Menu
15585

Inscreva-se agora e ganhe 5% de desconto em nossa loja!

15856
15585

Parabéns!
Use agora o cupom informado abaixo em nossa loja virtual!

vimdoblog

× Precisa de Ajuda?